Sem Gelo - Um blog puro - por Fernanda D´Umbra


SEM VOCÊ

Tudo seria bem mais fácil.

Mas não existe nada sem você.



Escrito por Fernanda D´Umbra às 13:31:47
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




HOJE É ASSIM

Fábrica de Animais recebe:

Boêmios Errantes, banda do Paulo de Tharso, Fábio Brum, Fábio Pagotto e mais o batera, cujo nome ainda não sei, mas saberei hoje à noite.

E Alex Valenzi & The Hideway Cats, banda de rockabilly em que o Brum toca guitarra.

E a banda extra-convidada Cuelho de Alice, do Paulão.

Uma noite legal mesmo.

Já viu o Fábio Brum tocando guitarra?

Já viu o Paulo de Tharso e o Paulão cantando?

Pagotto rasgando no contra-baixo?

Categoria: não morra sem ver.

A gente faz a nossa parte: o Juke abre hoje às 22h e os shows começam às 23h.

É o último dia do Festival Fábrica de Animais.

A gente só volta a tocar no Juke em novembro.

A vida é assim.

____________________________________________

Juke Joint é um empreendimento Flávio Vajman

Rua Frei Caneca, 304

mande um e-mail para contatojukejoint@gmail.com e pague apenas R$5,00

Porra, melhor que isso só se for buscar em casa.



Escrito por Fernanda D´Umbra às 11:28:12
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




EU TENHO

Uma coleção de guarda-chuvas coloridos. Eles ficam em um porta guarda-chuvas no meu escritório. Tem roxo, laranja, vermelho, branco, tem um transparente que fica lindo molhado e tem um preto também. Se um dia a gente tiver que andar pela Rua Augusta, ou mesmo aqui no centro, se um dia isso acontecer e a gente tiver que dividir o guarda-chuva novamente, eu juro que deixo você escolher a cor. Mas se isso não voltar a acontecer eles ficarão aqui, secando a chuvinha que cai dos meus olhos verdes trovões de saudade.



Escrito por Fernanda D´Umbra às 11:18:54
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




HOJE - FÁBRICA DE ANIMAIS

 

acordeon: flávio vajman / guitarra: sérgio arara  

bateria: cristiano miranda

contra-baixo: leo costa / flávio vajman toca também: gaita e guitarra

vocal: fernanda d´umbra

fotos: juliana garcias

_____________________________________________

FÁBRICA DE ANIMAIS

Imperdível, apesar do horário: 19h.

Vamos então às vantagens: primeiro, vai ter show, o que é do caralho depois dessa semana de cão.

Aliás (e importante): esse assunto não será pauta nem antes, nem depois do show, ok, amigos?

Quando eu disser "Tá tudo bem.", acreditem e sigando bebendo sua cerveja. Estou com saudades.

Dito isso vamos ao serviço sujo: tudo começou com um convite do Mário que eu recusei imediatamente. "Não tenho repertório, Mário"

Passada uma semana, ele ligou novamente e eu aceitei o convite. Então cheguei ao ensaio e disse "Tenho uma notícia que não sei se é boa ou ruim: dia 27 de setembro a gente toca no Centro Cultural." Os caras gostaram da idéia.

Queria que minha irmã estivesse aqui pra ver esse show. Porque ela foi quem me levou ao Centro Cultural pela primeira vez quando eu tinha uns 15 anos. Fiquei louca com aquele lugar, achei do caralho e acho até hoje.

Tocar ali é realizar um sonho de adolescente. E sinceramente depois dessa semana sinistra, já é realizar um sonho de adulta também.

O show não será longo, porque estávamos fazendo dez mil coisas: a vida é surpreendente.

Mas a entrada é franca e estaremos lá bem a fim de tocar pra vocês.

A quem se interessar:

SHOW COM A BANDA FÁBRICA DE ANIMAIS

HOJE - 19h

ENTRADA FRANCA

CENTRO CULTURAL SÃO PAULO

RUA VERGUEIRO, 1000 

PS: Procurem na bilheteria por Fernanda D´Umbra e Banda (a gente ainda não tinha nome quando rolou a  documentação).

www.fabricadeanimais.blogspot.com



Escrito por Fernanda D´Umbra às 09:07:30
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






Escrito por Fernanda D´Umbra às 18:31:08
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




FÁBRICA DE ANIMAIS NO CENTRO CULTURAL

Caros, sei que o show é depois de amanhã e ainda não foi divulgado, mas será.



Escrito por Fernanda D´Umbra às 18:25:10
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




AMANHÃ

PRIMEIRO POPULAR RIO DE JANEIRO

DE RUÍDO & LITERATURA


ANTONIO CÍCERO
CHACAL
MICHEL MELAMED
WANDER WILDNER
FLU
CECÍLIA GIANNETTI
FABRÍCIO CARPINEJAR
FERNANDA D'UMBRA
PEDRO VERISSIMO
RODRIGO PENNA
JOÃO PAULO CUENCA
MARCELINO FREIRE
AUGUSTO SALES
CACO ISHAK
CAROLINA VEIGA
OMAR SALOMÃO
ALICE SANT'ANNA
OS SETE NOVOS
CUIAS CHINESAS
& PAULO SCOTT



Escrito por Fernanda D´Umbra às 09:30:55
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




ONTEM

foto juliana garcias

O show foi legal. Até porque simplesmente ele aconteceu. Negociei um monte comigo pra saber se ia tocar com os caras ou não. Sim, eu estava com medo, mas achei que ficar em casa seria pior e seria mesmo. Então comecei pianinho (pianinho by Fernanda D´Umbra, sabem?) e lá pelo meio do show eu já estava cantando para os náufragos, como diz o Márcio Américo.

Não fiquei pra ver o que o Mário armou com o Marcelo Watanabe, fiquei triste com isso, mas verei esses caras tocando de novo, tenho certeza, porque deve ter sido do caralho. E perdi também o Marcelo Watanabe com sua banda, que saco!

Mas tudo bem, vem um cheiro de comida boa da cozinha e logo mais vou ao salão de beleza. Porque, seja o que for, vai me pegar bem bonita. Não perderei a elegância, meus caros. E espero que ela também não se perca de mim.



Escrito por Fernanda D´Umbra às 09:28:30
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




GAÚCHOS INVADEM O RIO DE JANEIRO

E estreiam seus filmes por lá.

Ontem estreou:

NOME PRÓPRIO

do Murilo Salles, baseado na obra da minha amiga Clarah Averbuck

 

Hoje estréia

AINDA ORANGOTANGOS

do Gustavo Spolidoro, baseado na obra do meu amigo Paulo Scott

 

Muito bem, menino e menina. É assim que se faz.



Escrito por Fernanda D´Umbra às 09:19:05
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




UFA!

Amanhã é dia de muita emoção e ressonância magnética, então hoje faço o seguinte: canto e saio fora.

Hoje é o segundo dia do 1º FESTIVAL FÁBRICA DE ANIMAIS, portanto nossa banda recebe a Banda Tempo Instável e o bluesman Marcelo Watanabe.

Bonito isso.

Caros, ando zoada, por isso não esperem um texto do caralho, apenas acreditem que a programação de hoje é muito foda. Sinto inveja de quem vai ficar pra ver os shows. Mas a vida é engraçada às vezes, e às vezes não.



Escrito por Fernanda D´Umbra às 13:24:52
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




SOBRE O MARCELO MONTENEGRO

marcelo e murilo montenegro

Não quero dizer nada. O Marcelo é um cara muito parecido comigo, porque ele busca a excelência e não se cansa facilmente. Consegue? Sei lá, a brincadeira nem é conseguir, é enlouquecer mesmo. Atrás de si o tempo todo, juiz e executor de si mesmo. Marcelo, cuidado, às 13h tenho uma consulta no Incor. Deixa pra lá, isso não há de ser nada e logo mais pescaremos letras com as minhocas que estão fazendo festa na minha cabeça. Afinal, agora somos parceiros mesmo, com registro na Biblioteca Nacional e o caralho. Esse vídeo que você montou do Primeiro Popular São Paulo de Ruído e Literatura é excelente. Conforme queríamos demonstrar, seu animal.

http://www.youtube.com/watch?v=Mc-8agZcLpw 



Escrito por Fernanda D´Umbra às 10:53:13
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BLOG DO REINALDO MORAES

Isso é que é.

http://blogdoreinaldomoraes.blogspot.com/

"Nunca tive nem pretendi ter um blog. Já passo tempo suficiente no computador escrevendo pra fora e pra dentro, fora o rame-rame diário da vida infopostal. Não sei como se vira essa turma de amigos meus que mantêm blogs de qualidade, com momentos de verdadeira genialidade, como o Mário Bortolotto, a Ana Pands, o Caco Galhardo e a Fernanda Dumbra. Eles também escrevem direto, pra fora e pra dentro, como eu, fora os milhões de outros afazeres e prazeres que ocupam seus dias, desde a hora que acordam até a hora que vão dormir, fora a trabalheira psíquica que dá sonhar. Onde arranjam saco, gás, inspiração e, sobretudo, tempo para blogar?"

Reinaldo Moraes.



Escrito por Fernanda D´Umbra às 19:11:45
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




NENHUM LIVRO LANÇADO ESTE ANO É MAIS BONITO DO QUE ESTE

 

Eu comprei o Laertevisão no dia em que fui ao lançamento do livro dos Piratas do Tietê.

E devorei o Laertevisão.

Se eu fosse à padaria, queria voltar logo pra casa pra continuar lendo.

Laerte é o maior de todos. E todos acham isso.

Hoje, a partir das 19h, na Livraria da Vila.



Escrito por Fernanda D´Umbra às 09:52:43
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




ISSO É UM TEXTO DO COMEÇO DO ANO

 

Senti vontade de postar de novo:

 Quarta-feira , 03 de Janeiro de 2007

TINHA LÁ

um carro velho muito bonito, umas mulheres com roupas engraçadas e crianças, que não são comuns por lá.

tinha uma estrada velha que os homens estavam reformando, fazia muito calor

eu não tinha onde escrever

e eu estava fumada de um troço estranho

gostei de ficar ali,

tranqüila.

 

melhoraram muito os cortes

escrevo nesse papel de cigarro e me encabulo porque sei que não fuma

estou bem e a mulher que cuida de mim é gente boa

é bruta quando limpa os cortes, mas são muitos, nem posso culpá-la

cuida sozinha de mim e pelo que pude notar, assim como eu, ela não tem ninguém num raio de milhares de Km

os homens evitam olhar pra mim

não ligo, os homens sabem o que fazem

quando o corte no pé estiver bom, irei embora

sem me preocupar com a mulher, as crianças e os homens que reformam a estrada

irei embora pela estrada reformada e isso talvez facilite as coisas pra mim.



Escrito por Fernanda D´Umbra às 08:45:22
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMILA CANTO

Dança comigo no Estúdio Move.

Camila tem um número onde executa uma coreografia como se ela fosse uma boneca.

É impressionante.

Fora que ela é linda e nem um pouco desatenta.

Vejam: http://playmatedoll.blogspot.com/

 



Escrito por Fernanda D´Umbra às 08:23:51
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




HOJE - SEXTA-FEIRA LOUCA

Primeiro: MEDUSA DE RAYBAN

nelson e mário: dois dos caras que eu mais gosto de contracenar

O que dizer?

Essa foi a primeira peça que eu fiz no Cemitério de Automóveis.

O elenco de hoje reúne alguns nomes impressionantes.

Essa peça estreou em 1996 ou 1997, com um elenco matador: Mário, Robocop, Pedro, Everton e Clovão. Não estou certa de que o Márcio tenha feito o Caveirinha na estréia. Eu nunca tinha visto nada parecido com aquilo. Eu e um monte de gente.

Hoje a peça rola no Teatro X.

Antes de entrar pro elenco, eu vi MEDUSA DE RAYBAN umas cinco vezes.

Então não me peçam pra falar o quanto gosto dessa história.

Copiei o serviço sujo do blog do Mário.

MEDUSA DE RAYBAN

Só nesse final de semana. 

Texto e Direção : Mário Bortolotto

Elenco : Nelson Peres / Mário Bortolotto / Gabriel Pinheiro / André Cecato / Fábio Espósito (Xepa) / Celso Tourinho / Alessandro Bartel (Robocop) / João Fábio Cabral / Fernanda D´Umbra / Paulo "Picanha" de Tharso / Participação mais do que especial : Paulo Jordão (Deus)

Músico : Flávio Vajman

Operação Técnica : Alessandro Bartel (Robocop)

Sexta e Sábado : 21h

Domingo : 20h

Teatro X - Rua Rui Barbosa, 399 - Bela Vista

Tel: 3283-2780 - R$ 10,00

______________________________________________________________________

Segundo: 1º FESTIVAL FÁBRICA DE ANIMAIS

É assim: esse festival deve rolar no mês de outubro também. Mas a programaçõa de setembro já é bem foda.

Hoje, lá pelas 23h30, a gente faz lá um show curto porque na seqüência tem La Carne e Biônica.

Se você já leu este blog uma vez, deve saber o quanto eu gosto dessa indecência chamada La Carne.

E depois tem Biônica, da Joana Cecato, que canta lindamente.

Eu iria, mesmo se não pudesse.

O ingresso custa R$ 10, mas quem colocar o nome na lista

contatojukejoint@gmail.com  até às 20h de hoje, paga só 50% do ingresso.



Escrito por Fernanda D´Umbra às 12:12:30
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




COMEÇA AMANHÃ

puta cartaz do andré kitagawa



Escrito por Fernanda D´Umbra às 07:26:35
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




DANCE

essa é a mina

A dança é a coisa mais louca que eu já fiz na vida. Porque tenho lá minhas facilidades com o teatro e a música: dom, talento, sei lá o nome disso, mas sei que ajuda na hora de subir ali nas tábuas. Já a dança é coisa de pé de burro mesmo. Acho difícil, acho enlouquecedora, me meto nas maiores doideiras por causa dela. Porque acho libertador e profundamente perigoso. Em dezembro, irei a Portugal para tomar aulas com uma mina que me tirou o chão e mudou para sempre minha idéia do que seja se expressar com originalidade no palco. Ela não "ensina", não põe música, não fala durante a aula, ela não te desafia. Ela quer mais é que você descubra qual é a sua. E ela trabalha no limite da resistência física. Em dezembro faz frio e costuma chover muito em Lisboa. Não me importo.

 

A Luta Física das pequenas coisas

por Ainhoa Vidal

Existem tantas delicadezas no corpo que não percebo porque o grosso ganha sempre no volume da atenção que damos ao movimento. Acredito que estas pequenas delizadezas dão uma amplitude de presença de qualidade, que respeita tanto o corpo como ao corpo de quem partilha a dança pelo olhar.
Trabalho ali, na delicadeza sem deixar a luta do corpo físico que atravessa os seus limites aula a aula pela curiosidade perturbadora do caminhar para aquilo que ele já sabe, a sua infinitude de camadas que nos formam em relação.
São aulas muito físicas de trabalho no próprio corpo e dele como criador e conteúdo de contextos.

De 09 a 21 de Dezembro (de segunda a sexta, quinta feira das 10h00 às 13h00)
Das 10h00 às 15h00
Preço: 120€

 



Escrito por Fernanda D´Umbra às 10:24:31
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TALVEZ

Seja até mal educado postar Douglas Kim novamente, afinal há que se ler o blog dele, mas que se dane, eu simplesmente não resisto.

Douglas Kim, pra quem tem o nariz no lugar:

________________________________________________________________________________

Gilberto Gil

Eu me interesso pela agenda do Ministro da Cultura. Vamos conferir seu desempenho em agosto.


Dias 1, 2 e 3
Despachou o ministro interino, Juca Ferreira. O ministro Gilberto Gil estava em Zambujeira do Mar (turnê européia) fazendo show dia 3.

Dias 4 e 5
Fim de semana.

Dias 6 e 7
Despachou o ministro interino, Juca Ferreira. O ministro Gilberto Gil estava fazendo shows em Marciac e Alcobaça (turnê européia) , respectivamente.

Dias 8, 9 e 10
Despachos internos em Brasília. Esse tipo de definição genérica vai aparecer constantemente, reparem.


O ministro fez dois shows no RJ, dias 10 e 11.


Dias 11 e 12
Fim de semana.

Dia 13
O ministro passou o dia na Magueira (perdão). Seis atividades estão listadas, sendo três entrevistas e um depoimento. O tal despacho interno ocorreu lá mesmo, às 13.00h. Tem gente que costuma almoçar neste horário.

Dia 14
Despachos internos no RJ.

Dia 15
O ministro, ainda no Rio, participou da abertura do Seminário Saúde Mental (!) pela manhã, viajou à Brasília na hora do almoço, teve reunião à tarde com o presidente e viajou à noite para SP.


Assuntos muitos importantes a tratar em SP. Vocês sabem que o ministro deu dois shows na cidade, nos dias 16 e 17, não é?


Dia 16
Assinatura dos 82 Certificados do Prêmio Culturas Indígenas, no Hotel Emiliano, e evento sobre Audiovisual e Convergência Tecnológica - O Grande Negócio do Século XXI, na Bovespa.

Dia 17
Uma única reunião na FAAP sobre o Ano da França no Brasil.

Dias 18 e 19
Fim de semana.

Dia 20
Despachos internos em SP.

Dia 21
Despachos internos em SP e uma entrevista ao Guardian.

Dia 22
Despachos internos em SP e viagem a Brasília.

Dia 23
Hoje, agenda de um ministro: audiência pública, despachos internos e encontros com embaixadores.

Dia 24
Despachos internos em Brasília e viagem a SP.

Dias 25 e 26
Fim de semana.

Dia 27
Parece o caos aéreo: viagem Rio de Janeiro – Florianópolis - Pomerode, evento na cidade, coletiva de imprensa, viagem Pomerode – Curitiba -- BH.

Dia 28
Lançamento TEIA 2007, encontro dom o prefeito de Mariana e viagem BH – SP.

Dia 29
Encontro com diretor do Sesc, com o rpesidente do Instituto Kos Inclusão Digital, despachos internos, lançamento da série DOCTV Ibero-américa, posse da representante regional do MinC em SP, viagem a Brasília.

Dia 30
Reunião Ministerial e viagem Brasília – RJ.

Dia 31
Última sexta-feira do mês, apenas um reunião às 10h30.


Por fim, nunca é demais lembrar que os servidores do Ministério da Cultura estão em greve.


Escrito por Fernanda D´Umbra às 08:44:29
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




O CRIS (BATERISTA DA FÁBRICA)

Criou um blog pra banda. E disse que é pra eu escrever lá. Cris, seu maluco, eu não cuido nem desse aqui direito...

Têm umas fotos do show lá: www.fabricadeanimais.blogspot.com

E vem aí o 1º Festival Fábrica de Animais

Começa nessa sexta. André Kitagawa fez um cartaz do caralho!

E o Cazalberto, orgulho da família lacarneana fez esse flyer:



Escrito por Fernanda D´Umbra às 08:33:34
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




ERA MEIA NOITE

Quando eu entrei no Estadão e pedi o prato da casa. A saber: arroz, feijão, bife, ovo e batata frita. Pedi pra tirar a batata frita (hipocrisia, já ouviu falar?). Certo: passei mal a noite toda e pela primeira vez na vida não consegui tomar café da manha. Sequer fui a aula de dança. Mulherzinha tem que se comportar como mulherzinha. É uma questão de coerência. Mas eu comecei a noite numa gravação com meu amigo Paulo de Tharso e com o Sérgio Arara (guita da Fábrica de Animais), então eles pediram umas bebidas. Eu tentei argumentar comigo mesma, dizendo que era segunda-feira que eu tinha aula logo cedo no dia seguinte, que isso não se faz, mas meu caráter de barata já tinha alcançado o copo e eu já estava no jardim do Juke Joint. O Estadão foi só um detalhe.



Escrito por Fernanda D´Umbra às 09:20:07
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




UMA MINA

www.claritromicina.blogspot.com

Viu o show na quinta.

Uma mina que tá gostando de alguém.

Mais uma louca que está gostando de alguém.

Tem gente que não aprende.

Ela escreveu:

"A vida como se fosse febre. Eu me enchendo de analgésicos para não sentir os sintomas. Ela me deixa, expulsa por toda essa falsidade na forma de comprimidos. E a temperatura oscila como o meu humor. E as pessoas aparecem me dando conselhos batidos e quase mortais. Banheiras com gelo como naqueles filmes que ninguém gostaria de ter assistido, mas seja por obrigação ou a falta dela, a gente acaba vendo.Você levantou naquele dia da sua cadeira no canto escuro daquele bar para me emprestar uns conselhos. Um empréstimo que você trocava ali pelo meu coração. E eu burra, parada, cansada de segurar as facas para me devender, te entreguei. Babe, eu te entreguei tudo. O meu coração foi só um brinquedo nas suas mãos, enquanto eu esquecia de olhar para ele porque estava ocupada demais olhando para você. Eu sempre achei que meu problema fosse falta de amor. A noite passada, eu percebi que não foi a falta dele, mas o excesso por coisas as quais não deveria amar.
Os meus sonhos estão todos pregados nessas paredes e vão se desprendendo como os analgésicos são enfiados goela abaixo por essa vida. Toda a minha dor eu preencho de ilusão para esquecer que ela existe. As rejeições eu guardo em um vidro com o nome de cada um deles. Espero a hora de fazer o meu juízo final. Daqui a 1 ou 50 anos. Depende da temperatura da minha vida. Depende da quantidade de analgésicos que eu encontro pelo caminho. Depende da minha organização para arrumar os vidros. A noite passada, sem querer, eu esbarrei e derrubei alguns. Foram ali as minhas lembranças e parte da minha amargura. Quando eu acordei ainda meio tonta do vinho que eu te falei que não bebia mais, cortei os pés nos cacos espalhados pela sala. O sangue ia saindo e a medida que eu olhava aquele liquido o desespero me consumia um pouco. Odeio ver sangue. É uma daquelas coisas boas de saber que existem, desde que eu não precise de agulhas ou cortes para vê-la.
Eu sentei naquele bar que nunca tinha estado antes. Tinha uma mulher bacana cantando umas músicas. A voz dela era linda e forte. E eu gosto de pegar força emprestada com essas pessoas que eu sei vagamente quem são. E não era o meu rádio me emprestando barulho. Era música. Uma puta música foda. E ela cantando, cantando, cantando. E aquelas pessoas todas. Algumas entendia e outras fingiam que não se importavam. E eu queria ficar ali olhando aquela mulher cantar, com o pensamento do outro lado do mundo onde você descansa as suas mentiras. Onde você está e eu também já estive. Lá pregado ao meu passado. Vivendo nele. Dormindo nele. Se alimentando dele.
Foram algumas minutos. Minto foi uma hora. Por quase todos os minutos de uma hora inteira, eu pensei em você. Era aniversário do meu amigo e a gente ia sair para beber. Então acabou a música e as pessoas começaram a se abraçar e eu não fazia parte daquilo. Sentia o seu cheiro dentro daquele porão tosco. Sentado em uma das cadeiras no canto da pista. Você devia estar lá. Eu te sentia lá. Então, meus amigos levantaram e eu fui com eles e sem você.
Como sempre, sem você e com mais alguns analgésicos."

'i just made you up to hurt myself
and it worked
yes, it did.'



Escrito por Fernanda D´Umbra às 14:59:38
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




FÁBRICA DE ANIMAIS

Agora num Youtube perto de você.

http://br.youtube.com/watch?v=uMdqINz8IC8 

by Robocop



Escrito por Fernanda D´Umbra às 11:28:32
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




HOJE

ILUSTRADA ESCOLHE

TEATRO > Sérgio Sálvia Coelho (crítico da Folha de São Paulo) 

ROXO: "A adolescência sem mistificações, pela mão segura de Fernanda D´Umbra"

Slide by Robocop

Escrito por Fernanda D´Umbra às 11:36:10
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




HOJE

Tô bem atrasada pra aula de dança. Então colo aqui os serviços tungados do blog do Mário, que faz show com sua banda hoje no Centro Cultural São Paulo.

O show rola às 19h e é sempre bom ver a Banda Tempo Instável mandando seu som sofisticado e vagal ao mesmo tempo. Os caras conseguem. Se duvida, não precisa nem pagar pra ver porque o show tem entrada franca.

A vida é fácil, meu amigo.

E às 23h a Banda Fábrica de Animais, da qual sou a vocalista, recebe os amigos para uma jam pesada no Juke Joint.

O Juke vai fechar no final do ano. Acredite nisto, mesmo que não seja verdade. Porque pode ser.

_______________________________________________________________

E agora o serviço que o Mário postou no blog dele.

SHOW DA BANDA TEMPO INSTÁVEL

Centro Cultural São Paulo (Rua Vergueiro, 1.000 / Metrô Vergueiro) a partir das 19h (Sala Adoniram Barbosa).

Tempo Instável é : Mário Bortolotto (Voz) / Marcello Amalfi (guitarra) / Noa Stroeter (baixo) / Fernando Manoel (Teclados) e Conrado Maia (Bateria)

Participações : Paulão (Velhas Virgens), Paulo "Picanha" de Tharso, Fábio Brum e Fernanda D´Umbra.

_____________________________________________

E às 23h Flávio Vajman vai abrir o Juke Joint (Rua Frei Caneca, 304) pra encerrar a noite tocando com sua banda "Fábrica de Animais". E tudo deve virar uma grande jam com toda a rapaziada que aparecer.

Nesse você paga a exorbitante quantia de R$ 1,00.

Fábrica de Animais é : Fernanda D´Umbra (voz) / Sérgio Arara (guitarra) / Leo Costa (contra-baixo) / Cris Miranda (Bateria) e Flávio Vajman (gaita, guitarra e acordeon)



Escrito por Fernanda D´Umbra às 07:02:40
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




LUANA VIGNON

Canções para ninar Simone

I
atravessando o mar talvez
com os braços cheios de fúria
você chegue à margem
ostentando uma bela coleção
de amores
e arranhões
algo que não tenha cura
pra acompanhar essa febre
que ignora os anos e as rugas

II
prestes à fuga
mas os olhos acorrentados
na solidão



Escrito por Fernanda D´Umbra às 15:29:38
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




OBRIGADA, CACO

http://www.youtube.com:80/watch?v=_GG2v8LBcBU

Eu te juro: ainda vou cantar com essa elegância.



Escrito por Fernanda D´Umbra às 12:03:37
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




OLHA ESSE DOUGLAS KIM

(Chuta, Kim!)

Afeto

“Uma peça não pode ser difícil, tem que ser palatável. Se é difícil, é porque não é tão boa, é porque pecou na questão da comunicabilidade.”, afirma Amir Haddad, diretor teatral, no Estadão. Poder-se-ia (!) até entender a frase, não fosse a necessidade de uma obra ser palatável. Porém, ele mesmo esclarece essa afirmação. Quando o repórter pergunta a Haddad “Quais são as virtudes que você mais preza no bom teatro?”, ele responde “Clareza e generosidade. Clareza de pensamento e generosidade nos afetos.” Humpf. Dizem que Beckett é difícil. Depende do que você entende por difícil. Edward Albee, por exemplo, considera o dramaturgo irlandês o mais claro e menos obscuro. Para mim, difícil e obscuro é o Amir Haddad. Não entendo o que ele quer dizer com generosidade nos afetos como virtude teatral. Talvez seja apenas carência. Imagino que em suas peças os atores e espectadores troquem abraços. Irônico que a palavra “afeto” tenha entre suas acepções: “atitude ou maneira ostensiva de agir; ausência de naturalidade; afetação, fingimento”.


Escrito por Fernanda D´Umbra às 11:51:58
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




LAERTE



Escrito por Fernanda D´Umbra às 11:33:01
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




HOJE

No Rio, lançando o DVD da primeira temporada de MOTHERN.

É sempre bom ir para o Rio.

Quem quiser aparecer:

Rio Design Leblon

Av. Ataulfo de Paiva, 270 (Armazém Digital)

19h

Depois: cerveja, cerveja, cerveja e cerveja.

Chris, Tainá, Camilla e Priscila já confirmaram presença.

Queridas... Até de noite!

as minas na foto/montagem com o temido chef Ramsay



Escrito por Fernanda D´Umbra às 06:01:23
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BAIXO CALÃO

agora tem

CARLOS CARAH

que além de mandar uns desenhos como este, é o célebre autor dos sucessos: "menininho da cara tatuada" e  "kemi" .

juro por deus!



Escrito por Fernanda D´Umbra às 22:44:53
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




HOJE

Caros,

Roxo cumpre temporada no Espaço dos Satyros Um.

Hoje o espetáculo rola às 20h. E amanhã às 19h30.

Gosto muito do jeito que o Jon Fosse (o autor) enxerga a juventude. Por isso, dentro do avião, voltando de Lisboa pensei: assim que chegar a São Paulo, vou comprar essa peça.

A ficha técnica é de uma elegância ímpar.

Amigos mais do que talentosos (cada um na sua) me fizeram tantas gentilezas que mal posso contar.

E o que é tá lá no teatro.

Pierre gosta muito desta minha frase, então vou repeti-la: "Teatro não sai em DVD".

ROXO

de Jon Fosse

direção cowboy de Fernanda D´Umbra

com Júlia Novaes, Fabiano de Souza Ramos, Didio Perini, Thiago Pinheiro e Henrique Mello.

Espaço dos Satyros Um - Pça Roosevelt, 214

Sábado - 20h / Domingo - 19h30

_______________________________________________________________________________

JÁ O MOTHERN

Saiu em DVD. A primeira temporada está nas lojas e na segunda-feira a gente faz o lançamento no Rio.

A verdade é que depois da função toda (fotos, entrevistas e tal e tal) vai ser bem divertido beber com as minas e rever uns amigos cariocas. A Ju não quis voltar por Congonhas. Ju, não dá pra cuidar do destino. Mas eu volto contigo por Cumbica.

 



Escrito por Fernanda D´Umbra às 09:33:31
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
Outros sites
  fábrica de animais
  fábrica myspace
Votação
  Dê uma nota para meu blog



O que é isto?